HOME

DESENHISTA DE ARQUITETURA – Colégio Estadual Rio Branco

ARTE-EDUCADOR – FEMP – Faculdade de Educação Musical do Paraná (atual FAP)

ESPECIALISTA EM ENSINO SUPERIOR – IBPEX

MESTRE EM TECNOLOGIA – UTFPr

PROFESSOR DO CURSO DE DESIGN E ARQUITETURA E URBANISMO DO UNIBRASIL

 

CONTATO: +55 41 99186-6300 (VIVO)

 

BIO

Jorge Kimieck é fotógrafo, desenhista e arte educador com formação em Arte-educação, licenciatura plena pela FEMP (atual FAP) e Mestre em tecnologia pela UTFPr, é professor universitário em cursos de comunicação em design e realiza curadoria artística.

Sempre aberto para a experimentação, seus primeiros cliques fotográficos datam de 1974, com a “câmera da família”, uma Kodak 126, que pegava escondido quando os pais não estavam em casa e, mesmo sem filme, “simulava” fotos, a partir de então o interesse pela fotografia só foi crescendo e evoluindo.  No início o registro de eventos, como aniversários e casamentos, o colocou como o fotógrafo oficial da família. Logo o interesse pelas fotos de natureza, registrando a Serra do Mar, no litoral paranaense, tornaram-se seu foco.

Participou do coletivo “Novos compositores contemporâneos paranaenses” em 1987, transitou pelo jazz e música brasileira e lecionou música por alguns anos. Dedicou-se ao ensino da arte em escolas públicas e no ensino superior, sempre aliando arte e tecnologia, atualmente leciona disciplinas relacionadas a produção de imagens, fotografia, desenho, multimídia e animação em cursos de design e comunicação social, além de produzir fotos de produtos, gastronomia e obras de arte para catálogos.

A partir de 2007, iniciou o projeto pessoal de street photography “...em ...”, o primeiro projeto foi Paris, realizado em 2007 e 2008, quando registrou o cotidiano das ruas da cidade luz, as fotos foram tema de exposição individual intitulada “...em Paris...” na Serra Verde Express, em Curitiba.

Em 2010 foi a vez de Barcelona, Espanha, Santiago do Chile e Curitiba no Paraná. Atualmente desenvolve projetos artísticos fotográficos explorando novas linguagens: “Invisivelmente visível” (a partir da macrofotografia em estúdio); “Cores Residuais”  - (a partir de resíduos de pigmentos e materiais utilizados em atelier de artes plásticas – obras expostas no Jayabujamra Espaço de Arte - Mabu Royal e Premium Hotel, na coletiva “15 fotógrafos contemporâneos” em 2012); “Abstrações”, “Ressignificando...” (a partir de sucatas eletro-eletrônicas) e “Pontos V” – experimentações analógico-digitais e video instalações.

Em 2013 foi selecionado com a série Fuga, composta de tres fotografias para o Salão Graciosa de Artes Plásticas.

Obteve o terceiro lugar na categoria Paisagem, do 1o. Concurso APAVE de Fotografia, realizado em novembro de 2013.

Participou da Exposição Coletiva Abstractus no Memorial de Curitiba, em 2014, realizando a curadoria com a artista visual Ana Serafin, na qula expôs uma série de seis obras fotográficas abstratas, participaram também desta coletiva as artistas visuais Katia Kimieck, Ana Serafin, Silvana Camilotti e Vavá Diehl e o fotógrafo Faisal Iskandar.

Realizou a curadoria da exposição individual Acqua Urbis, do fotógrafo Faisal Iskandar, realizada na Fnac Curitiba, em 2014.

Foi selecionado para o Salão Graciosa de Artes Plásticas de 2014, com a série Personas.

Foi selecionado para o Salão Curitibano de Artes Visuais de 2014, com a série Imagens Residuais.

Em 2015 participou como curador e expositor na mostra Convergências no Memorial de Curitiba, além de assinar também a curadoria da mostra Conexões, no Museu da Fotografia de Curitiba, na qual expôs suas obras com o fotógrafo Faisal Iskandar.

Selecionado para o Salão Graciosa de Artes Plásticas de 2015, com a série “Face ao face”.

Participou da Mostra Iguassú de Design e Arquitetura em Foz do Iguaçu - PR - 2016